Home | Quem Somos | Contactos | Links úteis | Sugira | Ficha Técnica | Intranet

BALCÃO DIGITAL
Roturas na via pública
Requisição de Ramal
Comunic. de Leituras
Fichas Técnicas
ÁGUA DE CONSUMO
ÁGUAS RESIDUAIS
SABIA QUE...
Serviços Municipalizados > Águas Residuais
Águas Residuais

Redes de Saneamento

Consideram-se duas zonas distintas de saneamento:

  • A zona compreendida entre a Estrada Nacional 8 e o mar que corresponde sensivelmente às freguesias de Coto, Foz do Arelho, Nadadouro, Nª Senhora do Pópulo, Salir do Porto, Santo Onofre, Serra do Bouro e Tornada.
  • A restante área do concelho.

A primeira zona caracteriza-se por um povoamento relativamente concentrado estando dotada com redes de saneamento e respectivas ETAR’s.

A segunda zona, por povoamento bastante disperso e, exceptuando A-dos-Francos, Casais da Serra, Salir de Matos, Santa Catarina e Vidais, onde o tratamento é efectuado através de ETAR’s, não existem povoações com dimensão significativa.

Em termos ambientais e de ecossistemas, o concelho abrange duas bacias hidrográficas, objecto de preocupação quanto à sua despoluição e preservação:

  • Bacia do Rio da Cal
  • Bacia do Rio de Tornada

O Rio da Cal desagua na Lagoa de Óbidos, ecossistema do qual fazem parte duas outras bacias, nomeadamente, a do Rio Arnóia e a do Rio Real. O Rio de Tornada, na Baía de S. Martinho do Porto.

As redes são do tipo separativo, no entanto na zona mais antiga da cidade existem redes unitárias e mista.

Os Serviços Municipalizados são responsáveis pela construção, manutenção, conservação e gestão dos sistemas de drenagem de águas residuais domésticas e pluviais.
As redes de saneamento doméstico existentes e em funcionamento abrangem uma parte significativa do concelho das Caldas da Rainha, correspondendo a cerca de 87% da população.

 

 
© Serviços Municipalizados das Caldas da Rainha . Todos os direitos reservados